Coca-Cola Stevia: lobo em pele de cordeiro?

Há alguns dias atrás minha esposa me apresentou uma latinha verde de Coca-Cola no supermercado. Como um bom dentista curioso, fui direto no rótulo dos ingredientes e sem muita surpresa já fiquei decepcionado. Mas até aí não tava irritado o suficiente para escrever este post. No sábado seguinte à minha apresentação a tal latinha verde, estava correndo com meu irmão no Parcão em Porto Alegre quando vi um carrinho tipo aqueles de picolé sabe? Mas todo decorado com um ar “light”, saudável, “fitness” (Vovó, fitness é uma palavra em inglês associada a exercício fisco, academia, saúde). Aí deu raiva!!! Deu até vontade de fazer um vídeo tipo Porta dos Fundos, cheio de palavrão passando a real sem meias palavras, mas respirei fundo.   Depois que a raiva passou, dei uma boa pesquisada para não falar besteira e descobri coisas bem interessantes sobre nossa amiga Coca-Cola. 

Antes vou fazer uma breve pausa para lembrar como devemos ler uma lista de ingredientes em um rótulo. Muitos já sabem disso, mas alguns ainda podem não ter recebido esta informação tão importante. 

Em rótulos de alimentos, a ordem dos ingredientes respeita uma regra simples: maior quantidade. 

😳😳😳😳 não sabia disso? É uma exigência da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. 


Capitou? Simples: o que vem antes tem maior quantidade. Nem precisava eu repetir, mas aí está. Isso posto, olha agora a lista de ingredientes da latinha verde. Não precisei nem fazer a foto (obrigado ClicRbs).


Voltamos agora ao dia em que conheci a latinha verde. Uma latinha com cor de Côco Verde 🌴 e campanhas publicitárias que induzem as pessoas a vê-la como algo saudável. Entendeu meu espanto:

Ingredientes: água gaseificada, AÇÚCAR…

O segundo item da lista e, portanto, segundo em maior quantidade no produto é o açúcar. 


Tá vendo a carinha de feliz desta modelo que segura a garrafinha da Coca-Cola verde? Tá vendo oombrinho magrinho dela? Tá vendo ela deitadinha na beira de uma praia? 

Publicidade assim deveria ser proibida, não concordam?

Não sou natureba. Pelo menos não me acho. Não sou anti Coca-Cola. Eventualmente, até consumo. Consumo açúcar, sim. Evito açúcar também. Tudo dentro do normal. 

Agora divulgar um produto criando essa imagem distorcida, não deveria ser permitido. Pelo menos não no mundo em que eu gostaria de viver. 

Vamos rapidamente aos fatos. 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), um adulto deveria ingerir no maximo 50 gramas por dia de açúcar. E a mesma OMS ainda salienta que reduzindo este valor para 25 gramas por dia, os benefícios para saúde são muito maiores. Lembre ainda que para crianças estes limites seriam ainda menores. 

Uma única latinha de Coca-Cola normal (a vermelhinha tradicional) tem 37 gramas de açúcar. E a latinha verde, 18 gramas. 

Traduzindo, se tomar a Coca-Cola tradicional, certamente ultrapassará o limite ideal para ingestão de açúcar em um dia.  Agora se tomar a verde, a quantia ainda será muito elevada. 

Além disso, a nova Coca-Cola Stevia (nome dado a ela por possuir um adoçante natural produzido a partir de uma planta de mesmo nome originária do Paraguai) possui 3 vezes mais sódio que a tradicional. 


No final, sabemos que a escolha é individual, mas não seria mais fácil se as informações fossem mais claras e precisas? Fique atento! Na dúvida, o bom e natural Côco gelado pode ser uma boa alternativa para curtir o verão sem exagerar no açúcar. 

Dr Renato Cremonese. CRO-RS 14521

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: